sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

H.R.GIGER

H.R. GIGER nasceu na pequena cidade de Chur, Suíça em fevereiro de 1940, vindo de uma família normal de classe média. Seu pai era o farmacêutico local. Quando Giger ainda era criança seu pai recebeu um crânio humano, como parte de uma promoção de uma empresa farmacêutica, que deixaria o então jovem Hansruedi fascinado. Rapidamente ele desenvolveu uma certa apreciação por todas as coisas "dark" e estranhas, e mais tarde encontraria inspiração vinda de cartões postais e fotos de revistas sobre o trabalho de artistas como Salvador Dalí e Jean Cocteau. Meli, a mãe de Giger, foi uma das pessoas que mais o apoiaram, apesar de nem sempre entender a estranha fascinação de seu filho. Quase um adolescente, Giger costumava convidar seus amigos da vizinhança para ver suas apresentações de "trens fantasmas" e outras montagens e desenhos "sinistros"... Completado o ginásio, Giger partiu para estudar arquitetura e desenho industrial na Zurich's School of Applied Arts . Logo então ele desenvolveu várias amizades, com pessoas e artistas envolvidos nos mais diferentes aspectos da arte, e começou a pintar bastante na época. Em 1966 Giger começou a trabalhar como designer de interiores, e ao mesmo tempo, completou algumas de suas primeiras pinturas. Em 1968 Giger começou a trabalhar exclusivamente como artista, assim como a dirigir pequenos filmes. Giger teve seus primeiros pôsteres publicados em 1969 e nessa época fez também suas primeiras exposições fora de Zurique.Na década seguinte, Giger começou a utilizar o aerógrafo em seus trabalhos, que adquiriram uma qualidade quase sobrenatural. Giger cresceu a ponto de ser considerado um mestre mundial no aerógrafo e provou que poderia incluir a aerografia na vanguarda das artes. Trabalhando com grandes formatos, suas pinturas são meticulosamente produzidas e possuem uma mistura de estranheza, mistério, erotismo e elegância "alien". Em 1978 Giger começou a trabalhar no filme "ALIEN", e terminou por esculpir muitas das criaturas e cenários do filme, que lhe renderiam um Oscar em 1980, por seu impressionante trabalho no filme, agora um clássico. Giger começou a trabalhar no H.R. Giger Museum em meados de 1990, no qual continua até hoje, assim como um castelo medieval em Gruyere, na Suíça, que vem sendo expandido continuamente. O museu abriga a coleção de arte particular de Giger colhida ao redor do mundo, assim como uma substancial parte de suas próprias pinturas e esculturas.

fonte:http://www.bancodedadosvisual.hpg.ig.com.br/biografia_giger.htm / Google imagens

8 comentários :

Anônimo disse...

Nossa! Arte do mal.

Anônimo disse...

Isso existe e muita gente não sabe. Bem do mal!

Anônimo disse...

Isso existe e muita gente não sabe. Do mal!

Anônimo disse...

Isso existe e muita gente não sabe. Do mal!

Anônimo disse...

Isso existe e muita gente não sabe. Do mal!

Anônimo disse...

Isso existe e muita gente não sabe. Do mal!

zé beto disse...

existe o mal. existe o bem. existe a treva. existe a luz. a mente cria e nos dá essa maravilhosa capacidade. nada é de fora. tudo é de dentro. quem vive nas trevas se alimenta dela. quem vive na luz consegue enxergar os dois lados e tem a capacidade de escolher.

WWW.MERCADOZETS.COM.BR disse...

MELHOR SITE DE VENDAS http://www.mercadozets.com.br/

VENDE DE TUDO

Aerografo

http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=aerografo&IDCategoria=9090

FERRAMENTAS

http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?idCategoria=9090

VENDE DE TUDO TEM BERÇO ELETRONICOS CELULARES TV NOTEBOOK COMPUTADOR ACESSORIOS PARA CARROS BRINQUEDOS ARTIGOS INFANTIS E MUITO MAIS ...